Montanhismo: quais são cuidados e escolhas para a iniciação?

Montanhismo é uma prática esportiva que consiste em alcançar o topo de uma montanha ou mais montanhas, geralmente baixa e média montanha – até 2500 m). Difere do Alpinismo, atividade desportiva de ascensão em montanhas acima dos 2500 m, exigindo equipamentos de montanha apropriado, técnicas de progressão e escalada (embora na realização de um percurso de média montanha também possa ser necessário o recurso a pequenas manobras de corda para ultrapassar pequenos obstáculos de rocha ou zonas de neve e gelo).

Muitas pessoas têm o sonho de subir uma montanha ou iniciar no mundo de trekking para se chegar ao cume de pico ou montanha, mas não sabem como fazê-lo ou nem sabem por onde começar.

A equipe Trilhas & Viagens tem preparado para você um Workshop Iniciação ao Montanhismo com todos os temas seguintes abordados! O vídeo seguinte está em nosso Canal no YouTube. Acompanhe também nosso site e confira as datas!


PRINCIPAIS CUIDADOS E ESCOLHAS PARA A INICIAÇÃO AO MONTANHISMO

Escolha sempre profissionais qualificados

Guia Filipe Bermal, primeiro brasileiro a cruzar o Deserto de Atacama solo e a pé


Se você não é especialista em navegação e orientação, não conhece a região da montanha ou não está acostumado com este tipo de ambiente, escolha profissionais para guiamento e orientação. Se você não tem experiência, esteja sempre com alguém que tenha. O fator mais importante para o sucesso da subida de montanha é a experiência.


Estude e pesquise sobre a região

Trecho da Serra da Mantiqueira

É muito importante pesquisar sobre a região e a própria trilha para a subida da montanha: clima, altitude, vegetação, tipo de terreno (acidentado, com pedras soltas, areia, terra), pontos de água, pois tudo isso irá influenciar nas escolhas de vestuário, calçado, equipamentos e objetos a serem levados, alimentação e água.Uma Alta Montanha por exemplo, irá exigir aclimatação.


Condicionamento Físico

O melhor preparo físico para subir as montanhas é de fato, PRATICAR SUBINDO MONTANHAS. Mas e para quem nunca subiu uma montanha?
Ter um bom condicionamento físico, não estar acima do peso e praticar atividade física regularmente é um começo crucial. Comece fazendo trilhas em tempos livres. Normalmente quem já gosta de trilhas em meio à natureza e quer desafios maiores, partem certamente para as montanhas.


Consulte um profissional para orientar e montar um treino para você, prevenindo assim que ocorram lesões. Inicie aos poucos, em seu ritmo, e vai aumentando a intensidade. Lembre-se: foque em condicionamento (cardiovascular) e força muscular.

O objetivo do treino para subir montanhas não é ganhar músculos, porque eles demandam energia e mais oxigênio (e ambos devem ser economizados para uma subida de montanha). Foque no treinamento cardiovascular de tempo maior e não na intensidade. O fator tempo para subir uma montanha é maior, o que exige o treino maior de resistência.
Alguns exercícios que vão auxiliar: esteira inclinada entre 15° e 20° (sem carga no início, e posteriormente, com uma mochila de até 5kg), abdominais, agachamentos.

Respiração

(Fonte: A Semana News)


Músculos precisam de oxigenação adequada durante o esforço físico prolongado.Treine a respiração com técnicas de Yoga: respirar pelo nariz, expire devagar. Durante a respiração, projete o abdômen para frente e para trás, costelas com movimentos laterais e peito, também para frente e para trás.
Inspire e expire todo o ar, ao máximo, evitando aquela respiração curta ao qual estamos acostumados diariamente, na correria (treine a respiração lentamente, para não gerar tontura).

Fator psicológico

Cansou? Estressou? Sente, respire, vai no seu ritmo. E sorria! Afinal, estás junto à natureza!

Subir uma montanha interfere também bastante no seu emocional: é importante estar preparado para enfrentar desafios e medo, superação, lidar com adversidades que podem ocorrer, altura, desgaste físico, dor, cansaço, falta de ar.


Roupas e calçados apropriados

Montanhismo

Para qualquer atividade física, é essencial que se use roupas e calçados apropriados. No caso de montanhas por exemplo, vai depender bastante da montanha escolhida e do clima da região.
No início da caminhada e durante a subida, geralmente sente-se calor. Mas no cume, devido à altitude, geralmente faz mais frio.
O ideal é vestir roupas em várias camadas (sistema de camadas), podendo retirar ou colocar quando se faz necessário. No montanhismo, este sistema é muito comum:

  1. A primeira camada é aquela com o contato direto com a pele, e a vestimenta chamamos de segunda pele. Ela vai permitir que a pele transpire e não absorva umidade.
  2. Sobre a segunda pele, vem a camada de aquecimento. Caso a temperatura esteja muito baixa, o ideal é se ter várias camadas de aquecimento. No caso de Alta Montanha (com temperaturas extremas) é comum a utilização de blusa polar (chamada no Brasil de fleece) e calças de tecido polar. Utiliza-se também em temperatura extrema roupas feitas de plumas de ganso.
  3. Por último, a camada impermeável, protegendo o corpo da chuva, vento ou neve. Chama-se a jaqueta impermeável de anorak. É muito importante que esta camada seja feita de tecidos que sejam impermeáveis, mas que permitam a respiração, como o goretex, ou que possuam zíper em locais estratégicos, como debaixo do braço, para permitir a ventilação.

Escolha sempre botas com tamanho apropriado, confortáveis, com solado que aguente terrenos acidentados e de preferência impermeáveis.


Fator carga: mochila de ataque ou cargueira

(Fonte: Blog Revista da Escalada)


Um importante fator para o preparo para uma subida de montanha é o peso a ser carregado. E isso depende se a subida será de um dia (o conhecido bate e volta) ou envolvendo pernoites:

  • Para uma caminhada até o cume de um dia, utiliza-se a chamada mochila de ataque: geralmente menor, para carregar somente objetos, água e lanche de trilha. Leve uma mochila confortável, e não se esqueça de alguns itens essenciais (conforme consta no Post “Itens essenciais para trilhar”): lanterna, capa de chuva ou anorak, bastão de caminhada entre outros.
  • Para as chamadas travessias (geralmente com uma ou mais pernoites) é necessário a utilização de mochilas cargueiras, geralmente maiores (acima de 40 litros). Então, acrescenta-se itens para o camping: barraca, isolante térmico, saco de dormir, alimentação para mais dias, fogareiro e utensílios para cozinhar, roupa de frio.


O peso é um fator que irá interferir bastante na caminhada. Quanto maior o peso, mais treino de resistência física é necessário. No caso de travessias geralmente o tempo de caminhada é maior e a distância mais extensa.


Conclusão

De fato, como para qualquer tipo de atividade, é necessário preparação: treino, estudo, escolha de acessórios e equipamentos adequados.


Eu quando li a respeito de montanhas me encantei logo de início e sabia que queria muito isso! Como em todo começo, somos “crus” e cometemos muitos erros, principalmente nas questões de acessórios, roupas e calçados.


Com o tempo aprendemos com estes erros e buscamos aperfeiçoar nossos conhecimentos, assim como em qualquer coisa que buscamos para a nossa vida!

A tarefa de subir montanha não é impossível, para as pessoas que desejam: basta querer, se preparar e tomar atitudes para realizar!


Quer subir uma montanha?

Então se prepare e SUBA!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Menu

× Atendimento Online