Pedra do Osso
G1 visita Pedra do Osso, que desafia a gravidade e se 'equilibra' na  vertical; vídeo | Rio de Janeiro | G1
(Fonte: G1)

Este grande monolito de pedra é impressionante de se ver e contemplar: por sua dimensão e equilíbrio numa pequena base, nos instiga a pensar como ele se mantém erguido!

(Foto: Arquivo pessoal)

Essa é a Pedra do Osso, uma formação rochosa localizada no núcleo Piraquara do Parque Estadual da Pedra Branca em Realengo, no Rio de Janeiro, que desperta a curiosidade alheia: trata-se de uma pedra tipo granito de coloração rosa a clara (leuco-granito), por isso pedra branca, de 20m de altura equilibrada verticalmente sobre o solo, parecendo desafiar a gravidade.

(Foto: Arquivo pessoal)

Segundo o professor e geólogo José Carlos Siconi Seoani da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a pedra do osso tem sua formação há mais de 500 milhões de anos, vinda de grandes profundidades da Terra, surgindo à tona há 100, 200 mil anos, devido a processos tectônicos e vem sendo assim esculpida por processos de erosão.

Pedra do Osso
(Foto: Arquivo Pessoal)

O núcleo Piraquara fica na Serra do Barata, onde se localizava a fazenda da família Fernandes Barata, e tem, além da Pedra do Osso, outros atrativos, como a Pedra “Jesus Vem” (pedra com esta exata inscrição, por isso o seu nome), Mirante da Piraquara, Pedra Rachada e o Aqueduto do Barata (trecho de 350m de aqueduto: estrutura elevada com arcadas superpostas erguidas para servir de suporte a um canal destinado a conduzir água sobre vales ou depressões, que desde a década de 60 é responsável pelo abastecimento de parte do município do Rio de Janeiro).

Este núcleo tem infraestrutura com banheiros, parquinho para as crianças e o apoio da polícia ambiental que tem uma base no local.

Pedra do Osso
(Fonte: Arquivo Pessoal)

A trilha até a Pedra do Osso, da portaria do parque até a pedra, tem aproximadamente 4,8km e duração de 2 horas, dependendo do desempenho físico, pois tem muitos trechos de subida. Percorremos um trecho de 800m após o aqueduto, iniciando uma caminhada percorrendo trecho da Mata Atlântica para depois percorrer uma área descoberta, com presença de árvores baixas e capim colonião.

Pedra do Osso
(Fonte: Arquivo Pessoal)
Pedra do Osso
(Foto: Arquivo Pessoal)

A Pedra do Osso vem sendo procurada e visitada para a prática de escalada e rapel, devido às incríveis imagens que podemos registrar. E mesmo que não se pratique estes esportes, o visual da Pedra e do Parque já são de perfeita valia, portanto, programe sua visita!

(Foto: Arquivo Pessoal)

Parque Estadual Pedra Branca

Conheça o Parque Estadual da Pedra Branca - Pensamento Verde
(Fonte: Pensamento Verde)
Açude do Camorim e Pedra do Quilombo. (7º dia da Transcarioca) - Saga  Transcarioca
(Fonte: Saga Transcarioca)

Reconhecido como uma das maiores florestas em área urbana do mundo e a maior do Brasil, o Parque Estadual Pedra Branca tem 12.393,84 hectares, cerca de 80 quilômetros de perímetro e localiza-se na Zona Oeste do município do Rio de Janeiro, abrangendo em partes 17 bairros: (Jacarepaguá, Taquara, Camorim, Vargem Pequena, Vargem Grande, Recreio dos Bandeirantes, a leste; Grumari, ao sul; Padre Miguel, Bangu, Senador Camará, Jardim Sulacap, Realengo, Santíssimo, Campo Grande, Senador Vasconcelos, ao norte; Guaratiba e Barra de Guaratiba, a oeste).

Ficheiro:Parque.Estadual.da.Pedra.Branca.Área.jpg
(Fonte: Wikipedia)

Criado pela Lei Estadual número 2.377 de 28 de junho de 1974, o parque tem clima tropical úmido, inserido no bioma da Mata Atlântica, abriga mais de 900 plantas já catalogadas e 479 espécies de animais. Tem seu ponto culminante o Pico da Pedra Branca, com 1.025 metros de altitude, e também o mais alto da cidade do Rio de Janeiro. Por todo o parque se identificam reservatórios de água históricos.

AÇUDE DO CAMORIM – Trilhas & Viagens
Açude do Camorim (Fonte: Eco Trip Brasil)

Possui 3 Núcleos de acesso:

– Núcleo Pau-da-Fome, na Taquara;

– Núcleo Piraquara, em Realengo;

– Núcleo Camorim, em Jacarepaguá.

23 Trilhas do Parque Estadual Pedra Branca

Setor Pau da Fome

1. Travessia Pau da Fome x Rio da Prata via Mangalarga

2. Trilha do Pico da Pedra Branca

3. Trilha da Pedra do Quilombo

4. Travessia Pau da Fome x Camorim

5. Travessia Pau da Fome x Colônia 

6. Trilha da Pedra Hime 

7. Trilha da Pedra Negra

8. Trilha do Rio Grande 

Setor Camorim e Vargens

9. Trilha da Pedra Rosilha 

10. Trilha do Açude do Camorim 

11. Travessia Camorim x Vargem Grande 

12. Travessia do Vale do Gunza 

Setor Rio da Prata

13. Travessia Rio da Prata x Pau da Fome via Monte Alegre 

14. Travessia Caboclos x Cabungui

15. Circuito do Vale da Caixa-d’Água

Setor Ilha de Guaratiba

16. Caminho do Morgado 286 Setor Piraquara

17. Circuito Pedra Jesus Vem 

18. Trilha da Pedra do Ponto 

19. Trilha do Morro do Lameirão 

Setor Praias

20. Travessia Piabas x Grumari 

21. Travessia Grumari x Itapuca via Garganta da Itapuca 

22. Travessia Morro de Guaratiba x Grumari 

23. Circuito das Praias Selvagens 350

Mais detalhes riquíssimos sobre as trilhas e o Parque Estadual da Pedra Branca seguem no documento em pdf no final do post, do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), órgão do governo do Estado do Rio de Janeiro, vinculado à Secretaria Estadual do Meio Ambiente.

Bibliografia, links e documentos interessantes:
Nossas saídas para Pedra do Osso: https://trilhasviagens.com.br/viagens/rapel-pedra-do-osso-e-gruta-do-morcego/

https://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/g1-visita-pedra-do-osso-que-desafia-a-gravidade-e-se-equilibra-na-vertical-video.ghtml

https://www.trilhaseaventuras.com.br/trilhas-do-parque-estadual-da-pedra-branca-rj/#:~:text=Os%20tr%C3%AAs%20acessos%20para%20visita%C3%A7%C3%A3o,em%20Jacarepagu%C3%A1%2C%20o%20N%C3%BAcleo%20Camorim.

http://www.inea.rj.gov.br/cs/groups/public/documents/document/zwew/mdi2/~edisp/inea0026328.pdf

https://pt.wikipedia.org/wiki/Parque_Estadual_da_Pedra_Branca

https://www.google.com.br/search?source=hp&ei=naZDYNbzFtCw5OUP0oOq2A0&iflsig=AINFCbYAAAAAYEO0reZiqLNsP1g3EqR8QY11NIeVZtRB&q=significado+aqueduto&oq=significado+aqueduto&gs_lcp=Cgdnd3Mtd2l6EAEYADIHCAAQRhD5ATIGCAAQFhAeMgYIABAWEB4yBggAEBYQHjIGCAAQFhAeMgYIABAWEB4yBggAEBYQHjIGCAAQFhAeMggIABAWEAoQHjoICC4QsQMQkwI6BQgAELEDOgUILhCxAzoICAAQsQMQgwE6CwgAELEDEMcBEKMCOgIIADoCCC46CggAELEDEIMBEAo6BAgAEApQxwhYmS9grsEHaABwAHgAgAGRA4gBxBWSAQgwLjE5LjQtMZgBAKABAaoBB2d3cy13aXo&sclient=gws-wiz

https://pt.wikipedia.org/wiki/Realengo_(Rio_de_Janeiro)

https://www.google.com.br/search?sa=X&tbs=lf:1,lf_ui:1&tbm=lcl&q=Parque+Estadual+da+Pedra+Branca+hist%C3%B3ria&rflfq=1&num=10&ved=2ahUKEwiY4cSRxJnvAhXNHbkGHQCiAS8QjGp6BAg2ECQ&biw=1366&bih=625#rlfi=hd:;si:,-22.91589185249874,-43.452140164062506;mv:[[-22.916840529709027,-43.40604908435059],[-22.958259622189885,-43.48724491564942],null,[-22.93755165983211,-43.446647000000006],14]

https://www.wikiparques.org/wiki/Parque_Estadual_da_Pedra_Branca

Menu

× Como posso te ajudar?