• Agulhas Negras

    Agulhas Negras – Maciço Prateleiras

    06

    Agulhas Negras e Maciço Prateleiras – Parque Nacional do Itatiaia

    O Pico Agulhas Negras está na lista dos 10 maiores picos do Brasil e localiza-se na parte alta do Parque Nacional do Itatiaia, o primeiro Parque Nacional do Brasil: está em quinto lugar da lista Brasil, é o primeiro mais alto do Estado do Rio de Janeiro e o terceiro de Minas Gerais.

    Possui 2.790m de altitude e fica na divisa dos Estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro. Recebeu este nome devido às canaletas paralelas, que lembram agulhas. É a formação mais imponente do Parque Nacional do Itatiaia. Sua trilha tem aproximadamente 11km e leva de 3 a 4 horas para atingir o cume.

    O Maciço Prateleiras é formado por imponentes blocos de rocha. Tem 2.539m de altitude e possui este nome devido sua semelhança à prateleiras enfileiradas. A partir do abrigo Rebouças, temos uma trilha tranquila até sua base. Para a subida até o cume é necessário profissionais experientes, pois existem trechos onde é necessário a utilização de cordas e técnicas de rapel.

    R$860,00
  • Buraco do Padre

    Buraco do Padre – Prudentópolis PR

    Prudentópolis PR

    Conhecida como Terra das Cachoeiras Gigantes, Prudentópolis é um município brasileiro do Estado do Paraná que fica a 203km de Curitiba, localizado entre os municípios de Ponta Grossa e Guarapuava, e foi colonizado por imigrantes ucranianos. Possui mais de 100 cachoeiras catalogadas, muitas delas volumosas e possuem mais de 80m de altura. Outras compõem formações raras, com cascatas lado a lado, ou uma de frente para a outra. Prudentópolis é cortada por 3 rios principais: os rios São João, dos Patos e Ivaí. O Salto de São Francisco é o maior da cidade, com 196m de altura e o maior do sul do Brasil.

    R$780,00
  • Pedra do Bau

    Pedra do Baú – Ana Chata – 2 DIas

    Pedra Do Baú
    Localizado na cidade de São Bento do Sapucaí, em São Paulo, o Complexo do Baú é uma formação rochosa gnáissica da Serra da Mantiqueira intitulado Monumento Natural Estadual (MONA), cujo ponto culminante é a Pedra do Baú, com 1.950m de altitude. Compondo a paisagem do complexo, seguem o pico do Bauzinho, com 1.760m e a pedra da Ana Chata, com 1.670m.
    A trilha da Pedra do Baú possui aproximadamente 1,7km até a base da pedra, passando por bananeiras em sua subida íngreme e é bastante procurada pelo turismo de aventura, devido aos desafios da ferrata (degraus de ferro cravados na pedra) e sua inclinação que chega a 90 graus. São 340m de subida pela pedra, que dura aproximadamente 1h ou 1h30min dependendo do tamanho do grupo. Neste trecho é obrigatório o uso de equipamentos de segurança. Recomendada para pessoas com bom condicionamento físico e preparado para enfrentar o desafio nas alturas. Não indicado para pessoas que possuem acrofobia (fobia de altura);
    A trilha do Bauzinho é a mais acessível do complexo e tem aproximadamente 470m de ida e volta. Já a trilha da pedra da Ana Chata possui um percurso de 3,8km ida e volta, feita por caminho em meio à Mata Atlântica e alguns trechos de escalaminhada.

    R$760,00
  • Serra da Canastra – 2 DIAS

    Delfinópolis esta localizada na Serra da Canastra, é um município de Minas Gerais com aproximadamente 150 cachoeiras e contempla uma vasta cadeia de montanhas e vales com vegetação variando entre Mata Atlântica e reservas de cerrado. 

    R$670,00

Menu

× Atendimento Online